Quais os benefícios ao optar pelo armazenamento em nuvem?

armazenamento em nuvem

Quando se fala em servidor de armazenamento de dados, a primeira imagem que vem à mente de muitos são aquelas máquinas distribuídas em racks cheias de cabos espalhados, onde, muitas vezes, não é possível saber aonde começa um fio e termina o outro, estamos certos? Isso ainda é uma realidade em diversas empresas, pois para muitos essa é a forma mais segura de armazenar todos os dados e arquivos delas. Até mesmo quando queremos salvar algum arquivo particular, logo fazemos no servidor da rede local ou no nosso próprio computador ao invés de optar pelo armazenamento em nuvem. Mas, podemos dizer que isso está acabando, pelo fato de seguir com mais segurança e simplicidade através do armazenamento em nuvem que já é um grande recurso tecnológico para todos nós.

 

O que é armazenamento em nuvem?

Armazenamento em nuvem (em inglês Cloud Computing) nada mais é do que salvar, arquivar ou compartilhar seus arquivos pela internet. Prático e simples, tudo o que você faz em seu computador é possível fazer através da web. Arquivar documentos, fotos, acessar, editar, criar um novo e ainda compartilhar arquivos com outros usuários sem a necessidade de ocupar espaço no seu servidor ou no próprio dispositivo local utilizado, também não é preciso carregar documentos para onde for e até mesmo comparar a versão dos arquivos editados por outras pessoas olhando um por um.

Na nuvem, você compartilha em tempo real seus arquivos com outras pessoas e se elas editarem, você será notificado. Tudo fica salvo para acesso de todos que você compartilha de qualquer lugar e de qualquer equipamento, sendo ele, computador, tablet ou smartphone.

Quando você salva um arquivo em uma pasta do seu computador, você está usando uma parte da capacidade dele, ou seja, o espaço de armazenamento fica cheio quando você salva muitos arquivos e o desempenho torna-se mais lento, entretanto ao salvar um arquivo na nuvem, o espaço disponível, além de ser ‘ilimitado’ (flexivel de acordo com sua demanda), não altera sua velocidade de navegação.

Muitos não sabem o que é e como funciona o armazenamento em nuvem, mas é mais comum no dia a dia do que se imagina. É como salvar suas fotos nas redes sociais e/ou enviar por e-mail, por exemplo. Mostramos neste artigo, todas as vantagens de optar por armazenar todos os seus dados em nuvem.

 

A segurança do armazenamento em nuvem

A primeira coisa que vem a mente quando falamos em armamento de dados é a segurança. Sempre acreditamos que o servidor da empresa ou o próprio disco rígido, o famoso HD (do inglês hard disk) do computador, é o local ideal para manter os arquivos seguros, mas isso não é verdade. Além de se preocupar com a capacidade de ocupação de espaço na empresa, servidores de armazenamento são físicos e tudo o que é físico um dia pode dar algum problema. Qualquer um pode acessar e simplesmente apagar tudo que está salvo nele ou um simples apagão e pronto, todo mundo fica desesperado com os arquivos salvos e muitas vezes até perdem tudo.

Já o armazenamento em nuvem é muito mais seguro. Não é preciso temer porque seus dados vão ficar guardados na internet, neste quesito o armazenamento em nuvem ganha disparado dos servidores físicos. Um exemplo disso, é que para acessar é necessário ter um login e senha. Da mesma forma que um dia chegamos a pensar que jamais compraríamos algo pela internet e muito menos divulgaríamos nossos dados bancários e cartões de crédito na web, hoje compramos e administramos nossas transações bancárias através de aplicativos nos smartphones.

 

Mais vantagens ao optar pelo armazenamento em nuvem!

Além da segurança, que é um dos quesitos mais importantes para arquivos de dados, o armazenamento em nuvem é ideal para redução de custos, pois não demandará uma infraestrutura em sua empresa com espaço físico devidamente preparado para suportar um servidor enorme com o resfriamento necessário, não precisa de fios e cabos, muito menos de manutenção periódica. O armazenamento em nuvem permite que as empresas não necessitem planejar com muita antecedência seus investimentos em TI e possam apenas contratar o que precisam e quando precisam, ou seja, sua equipe de TI focará em tarefas mais importantes em sua empresa, além disso, você pode optar por diversos drives gratuitos disponíveis na internet como o Google Drive, DropBox, iCloud entre muitos outros. Não precisa instalar nada, tudo está na internet.

Agora que você conheceu todas as vantagens de optar pelo armazenamento em nuvem de todos seus dados, a TND Brasil tem a solução completa para atender seu negócio com gerenciamento avançado de capacidade para transformar seu ambiente computacional flexível, com desempenho, eficiência e confiabilidade. Conte com a gente!

Fortinet fornece segurança de rede

fortinet fornece segurança de rede

Hoje temos vários facilitadores junto com a internet. A evolução veio com tudo! Computação na nuvem, internet das coisas, comércio eletrônico, bancos, transporte, entre outras plataformas que fornecem amplas possibilidades de se conectar, compartilhar e arquivar. Com uso destas tecnologias, você tem ideia se a rede do computador que você usa é segura? E os seus dados, estão protegidos? Admita você não questiona isso todos os dias, afinal, nada que uma varredura não funcione, certo? Errado! Devido a tantas mudanças, a forma de invadir sistemas digitais também mudou. Fortinet fornece segurança de rede, mas você sabe o que é isso?

O que é segurança de rede?

Segurança de rede representa a junção de conjuntos para configurar a sua base computacional com necessidades específicas, para fornecer segurança aos seus sistemas e aplicativos. É uma pena que isso não possa ser definido simplesmente ao apertar um botão.

Apesar da segurança de rede não ser algo fácil, hoje existem soluções que ajudam muito nesse processo. Fortinet fornece segurança de rede a partir de equipamentos, entre eles a série de modelos FortiGate – que são consideradas uma das melhores plataformas de segurança.

Conheça a Fortinet!

Fortinet é uma empresa americana que fornece segurança de rede através da tecnologia em firewall e VPN. Fundada em 2000, a marca vem se destacando cada vez mais em acompanhar a complexidade do nível de segurança. Ela consegue oferecer mais do que controlar o fluxo de dados que trafegam pela rede de computadores, tem expertise na recepção, transmissão e identificação dos dados, tanto de um usuário, quanto de quem tenta agir com ameaças em ataques e  invasões.

Como a Fortinet fornece segurança de rede?

Você, dono de empresa, possui um time de colaboradores que trabalha diretamente com o computador. Como você consegue assegurar que os seus funcionários não vão acessar sites e conteúdos indesejados pela internet? Como conseguir evitar que o seu ambiente de rede de computares seja invadido? A Fortinet fornece segurança de rede mais adequada para seu negócio, disponibiliza várias linhas de equipamentos de acordo com a demanda de controle e bloqueio de ações indesejadas e, assim, acompanha e protege todos os dados que trafegam entre a rede da sua empresa e a internet.

Isso torna o dia a dia mais prático, minimizando problemas de modo preventivo.

Está com dúvida sobre qual equipamento escolher? A TND Brasil pode te ajudar na compra e implantação de acordo com o perfil da sua empresa com os modelos da Fortinet FG-30E, FG-50E, FG-60D, FG-90D, FG-100D, FG-200D, FG-600D entre outros.

Tenha a oportunidade de conhecer a TND Brasil com seu portfólio de serviços e soluções

escritorio-tnd

Com atuação no mercado de Tecnologia da Informação há mais de 12 anos, a TND Brasil mantém seu foco no gerenciamento de ambientes computacionais, é especializada no aluguel de equipamentos e fornecimento de softwares como serviços, como parceira é certificada pelos principais fabricantes de hardwares e softwares do mercado.

Será um prazer recebê-lo em nossa sede ou podemos agendar uma visita em sua empresa para conversarmos sobre nosso portfólio de serviços e soluções com o objetivo de atender suas necessidades e expectativas na área de TI.

Acesse nosso vídeo institucional aqui para saber mais sobre a TND Brasil, e aguardamos o seu contato!

Ransomware: evite o “sequestro” de arquivos e a exigência de pagamento do resgate

ransomware-evite -o-sequestro

Ações de malwares originados por programas maliciosos infelizmente estão cada vez mais presentes em computadores que não estão protegidos com uma solução adequada de antivírus.

Uma nova praga digital chamada de ransomware aproveita a vulnerabilidade de equipamentos desprotegidos.  Este tipo de malware está popular entre os cibercriminosos por se tratar de um negócio muito rentável que age através de um plano de extorsão que resulta em ganho de dinheiro fácil e rápido.

O golpe dos cibercriminosos é infectar os computadores dos usuários através de aplicativos maliciosos baixados no equipamento, assim efetuam o bloqueio de acesso aos seus arquivos, chantageiam com um preço de resgaste para o desbloqueio, e as vítimas que tornam-se reféns da falta de seus arquivos e dependência dos mesmos acabam desembolsando a quantia exigida.

Este bloqueio tratado como um “sequestro” de arquivos é criptografado pelos cibercriminosos que oferecem as chaves de decodificação como forma de resgate, conhecido também como cryptoware.

Hoje podemos considerar este malware como um dos problemas que mais têm causado transtornos na segurança da tecnologia da informação, e se propaga diariamente com suas variantes identificadas como CTB-Locker, TorrentLocker, CryptoLocker, Cryptowall, PrisonLocker, TeslaCrypt, CoinVault, entre outras que a cada momento são desvendadas.

Inclusive ontem foi veiculado no programa de televisão, o Fantástico da Rede Globo, casos que demonstram o modo que os usuários tornaram-se alvo de ataques deste malware, você pode assistir esta reportagem completa, clique aqui.

Uma das medidas que devem ser tomadas para se proteger do ransomware é realizar a rotina de backups de todos os seus arquivos diariamente. A TND Brasil dispõe das melhores soluções de cópia de segurança e recuperação de arquivos.

Além disso, também oferece os produtos da Kaspersky que são eficazes no controle e proteção do seu ambiente de TI, onde barram as vulnerabilidades nos servidores, estações de trabalho e se estendem até smartphones e tablets. Se for detectada alguma alteração anormal sobre seus arquivos, o Kaspersky cria imediatamente novas cópias desses arquivos para impedir a ação do “sequestro” sobre os mesmos. Na sequência verifica o programa que tenta modificar os arquivos, e se confirmada a suspeita ele é totalmente inibido e bloqueado.
 
Clique aqui e contate a TND Brasil para saber como proteger seus computadores do ransomware.
 

Fraude através de boletos bancários cobra multa falsa de trânsito

Segurança TND

De acordo com uma recente descoberta dos analistas da Kaspersky Lab, empresa de segurança e proteção digital, cibercriminosos no Brasil estão enviando pelos Correios boletos bancários fraudulentos para roubar dinheiro dos motoristas de veículos como se fossem infrações reais cometidas no trânsito.

Utilizando uma cópia da base de dados do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), que hoje chega até ser vendida em websites, os golpistas geram as multas falsas com dados íntegros dos proprietários tais como nome e endereço completo, e em alguns casos até publicam no boleto a foto do veículo para representar o documento com a maior veracidade possível.

A Kaspersky Lab informou que o volume de tentativas sobre este golpe tem crescido anualmente, e assim fez com que a maioria dos sites do DETRAN de cada estado brasileiro divulgasse alertas e orientações à população sobre os riscos e precauções a serem tomados.

Para que você não acabe sendo vítima deste golpe, deve-se considerar que nenhum órgão de trânsito brasileiro envia multas através de correio eletrônico (e-mail), ignorar qualquer mensagem sobre este assunto, inclusive nunca clique em link ou anexo no corpo do e-mail.

Além disso, caso receba uma multa de trânsito pelos Correios, todos os campos do documento devem ser checados e conciliados com o site do Detran de sua localidade através do número da placa e RENAVAM do seu veículo, que é o Registro Nacional de Veículos Automotores.

Por fim, mantenha uma proteção sobre os dados armazenados em seu computador ou dispositivo eletrônico contra trojans, pois os mesmos trazem risco de captura de todos os tipos de informações tais como a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), Registro de Veículos, CPF, RG, entre outros, quando digitalizados e salvados no equipamento do usuário.

A TND Brasil pode lhe ajudar em evitar estes tipos de golpes, clique aqui e contate agora mesmo para saber mais sobre as soluções de segurança e proteção de seus dados armazenados em qualquer dispositivo eletrônico.

Armadilha por e-mail oferece atualização para o Windows 10 e ameaça usuários

Windows 10 upgrade

Devemos prestar bem a atenção com os procedimentos que a Microsoft disponibilizou em atualizar o Windows 10, inclusive a empresa não dispara e-mail com programas em anexo para upgrade do novo sistema operacional.

Lembrando que somente os usuários das versões originais do Windows 7 e 8 estão habilitados a atualizar para o Windows 10 de forma gratuita, outras pessoas estão recebendo e-mails com a proposta em receber a atualização com maior rapidez.

De acordo com a descoberta da Talos, grupo da Cisco em inteligência de segurança e pesquisa,  cibercriminosos estão agindo de modo a aproveitar a ansiedade dos usuários em conseguir o Windows 10 e atuam com um golpe sobre os arquivos do computador através do ataque conhecido como ransomware  (através de um sistema que captura e bloqueia o acesso aos dados locais do computador, cobra-se uma certa quantia em dinheiro para devolvê-los).

O golpe é feito através de e-mail que tem no campo assunto “Windows 10 Free Update” e origem de um remetente que de forma geral parece ser legítimo, porém o risco está por trás da conta update@microsoft.com. Mesmo que a mensagem apresenta diversos erros de caracteres nos textos e segue com a identidade visual da Microsoft, anuncia em disponibilizar a atualização do Windows 10 por meio de um arquivo do tipo ZIP em anexo que deve ser baixado e instalado.

Caso for executado, o anexo não contém a atualização para o Windows 10, e sim, na verdade, trata de um programa CTB-Locker, que é uma armadilha, faz a criptografia dos arquivos do computador e em seguida exibe um aviso ao usuário onde o mesmo deverá pagar uma determinada quantia dentro de um intervalo de tempo regressivo para obter a restauração dos dados.

Windows 10 upgradeFonte: Cisco

Ao receber qualquer e-mail com estas características, a orientação é apagar imediatamente a mensagem.

A Microsoft já liberou oficialmente em seu próprio site para baixar o Windows 10 no formato de mídias internas USB e DVD, e conversão opcional para o formato de arquivo do tipo ISO nas versões 32bits e 64bits, assim se precisar instalar ou reinstalar, acesse aqui para saber dos detalhes.

Kasperky lança aplicativo que bloqueia smartphone remotamente

Kasperky lança aplicativo que bloqueia smartphone remotamente
Kasperky lança aplicativo que bloqueia smartphone remotamente

A Kaspersky Lab, empresa especializada em segurança da informação, acaba de lançar o aplicativo chamado Phound! (combinação das palavras do inglês, Phone e Hound – Telefone e Farejador). Desenvolvido por enquanto para a plataforma Android, permite remotamente bloquear um smartphone em caso de perda ou roubo evitando com que pessoas não autorizadas tenham acesso indevido ao aparelho.

Em pesquisa recente realizada no Brasil e mais 22 países, concluiu-se que um em cada 20 usuários de smartphones ou tablets já perdeu o aparelho ou foi roubado. Entre os entrevistados, 38% revelaram manter dados confidenciais armazenados no seu dispositivo.

Além de proteger os dados registrados no aparelho, o Phound! também auxilia na localização do smartphone ou tablet acessando-o através do GPS, GSM ou rede Wi-Fi. Caso ele não possa ser encontrado, o usuário tem a possibilidade de modo remoto excluir todos os dados gravados no dispositivo.

Em situações menos preocupantes, como por exemplo, esquecer o dispositivo em algum lugar de casa ou do escritório, o Phound! possui uma função de alarme que ao ser acionado remotamente emite um som forte até poder encontrar o aparelho.

O Phound! é gratuito e pode ser baixado na Google Play, e você monitora e gerencia seu dispositivo eletrônico remotamente através do acesso ao portal web My Kaspersky (https://my.kaspersky.com).

Hackers lucram com vírus que gera visualizações no YouTube

Vírus identificado

Os cibercriminosos encontraram uma nova maneira de lucrar: receber bonificações pagas por acesso aos conteúdos no YouTube, site de vídeos do Google.

De acordo com o relatório da Symantec, empresa de soluções de proteção e segurança da internet e redes, foi identificado um novo vírus chamado de Tubrosa, que força computadores, assim que infectados, a visualizarem determinados vídeos no YouTube com o objetivo de gerar receitas de publicidade que são repassadas aos hackers.

No computador infectado, é ativada uma lista com cerca de mil links do YouTube que são abertos na máquina sem que o usuário perceba. O vírus chega a instalar o software Flash Player caso o computador não tenha a ferramenta de visualização de vídeo, e diminui sutilmente o volume de áudio.

O Tubrosa também é capaz de burlar os sistemas antifraudes dos servidores do Google, que identificam quando uma mesma máquina está acessando um mesmo vídeo de maneira repetitiva. O vírus executa dois scripts PHP, que transformam cada visita de uma mesma pessoa como usuário diferente.

Através de mensagens falsas que chegam por e-mail, a infecção acontece por meio de phishing, quando o golpe se dá ao clicar num link que direciona a sites fraudulentos, e acaba reduzindo acentuadamente o desempenho da máquina.

A Symantec estima que este tipo de ataque já rendeu aos cibercriminosos cerca de alguns milhares de dólares, podendo ser este valor bem maior, pois não estão sendo consideradas pelos especialistas outras campanhas de publicidade semelhantes que estejam sendo infectadas pelo Tubrosa.

Usuários compartilham seus dispositivos sem tomar precauções

Segurança na internet

Segundo pesquisa da B2B Internacional em conjunto com a Kaspersky Lab, 32% dos entrevistados que utilizam dispositivos habilitados para uso na internet, compartilhados com terceiros, não tomam os devidos cuidados para proteger suas informações.

A pesquisa mostra que de cada 3 entrevistados, 1 compartilha seus dispositivos na residência. Dispondo de computador, smartphone ou tablet com acesso à internet, 28% dos entrevistados dividem seus dispositivos com outros adultos, 5% com crianças e cerca de 1% com amigos ou outros conhecidos.

O risco de cair em um golpe cibercriminoso cresce à medida que aumenta o número de compartilhamento de um mesmo dispositivo, contudo a pesquisa aponta que 32% dos entrevistados acreditam que o compartilhamento não traga riscos que resultem em roubo ou perda de dados, 33% costumam fazer cópia de segurança de dados importantes, 32% utilizam senha como proteção e 22% evitam armazenar informações importantes nos dispositivos.

Para Peter Aleshkin, Gerente de Marketing para consumidores dos mercados emergentes da Kaspersky Lab, compartilhar dispositivos aumenta o risco de infecção por malware que pode ocasionar perda de dados e roubo de contas, e dá algumas dicas para se proteger, tais como: fazer backup sempre, excluir informações importantes que não devem cair em mãos erradas (desativar o preenchimento automático e restringir o direito de acesso dos usuários), e principalmente, instalar programas confiáveis que ofereçam proteção.

Previna-se ao usar Wi-Fi gratuito no Brasil

Cuidados para uso de Wi Fi gratuito

Hoje em dia já é comum ter disponível acesso grátis à rede de dados sem fio (Wi-Fi) na maioria dos estabelecimentos comerciais no Brasil, contudo esse benefício pode se transformar em sérios problemas, seja para o usuário que acessa o Wi-Fi ou para o próprio dono, por exemplo, de uma loja, bar ou restaurante, cujas consequências podem ser ainda maiores.

A Fecomercio, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, alerta ao comércio em geral, que tomem precauções ao oferecer Wi-Fi grátis aos consumidores, para que não respondam por infrações praticadas por terceiros na sua rede de dados.

O vice-presidente do conselho de Tecnologia da Informação da Fecomercio, Rony Vainzof, afirma que na situação em que houver uma solicitação por parte da Justiça e o provedor de internet não manter quaisquer registros para identificar um suposto infrator, há risco do proprietário do estabelecimento comercial, que dispõe o Wi-Fi, responder por negligência as infrações de terceiros.

O Marco Civil da internet determina que os responsáveis em disponibilizar as conexões precisam manter registros dos usuários que trafegaram pela rede por um período mínimo de seis meses para que se tenha mais chances de encontrar o número IP do suspeito. Se a infração ocorrer dentro de um estabelecimento, o responsável pelo mesmo pode ser indiciado.

Vainzof completa que com ações de publicar termos de uso da rede sem fio, deixando explícitas as regras de uso e responsabilidades do estabelecimento, além de solicitar autenticação dos usuários através de cadastros e bloquear sites com conteúdos duvidosos, como pornografia, por exemplo, são algumas cautelas que podem minimizar os riscos.